7 de dezembro de 2021

Roberto Jefferson tira licença da presidência do PTB e em carta ataca deputado paraibano; legenda não tem previsão de mudança na Paraíba

Roberto Jefferson ataca o deputado federal da Paraíba Wilson Santiago. (Foto: Reprodução)

O ex-deputado Roberto Jefferson, que está preso, pediu licença por tempo indeterminado da presidência nacional do PTB. Em carta, divulgada no domingo (24), ele atacou um grupo de deputados da legenda e entre os nomes está o do deputado federal Wilson Santiago (PTB-PB). Na Paraíba, o presidente estadual, o radialista Nilvan Ferreira, informou que não há previsão de mudança dos diretórios. 

A licença foi solicitada, pois Roberto Jefferson segue preso, no Rio de Janeiro, por suspeita de integrar um grupo que planeja ações contra instituições democráticas. Em carta publicada, pediu apoio a vice-presidente Graciela Nienov, que assumiu interinamente a presidência. 

Ainda nas dez páginas da carta e manuscrita, o ex-deputado atacou um grupo de deputados do partido que havia requerido a saída dele da presidência da legenda alegando o uso de recursos de forma indevida do fundo partidário, além de atacar instituições democráticas. Além de Wilson Santiago (PB), o grupo é formado pelos deputados federais Nivaldo Albuquerque (AL), Pedro Geromel (CE), Emanuel Pinheiro Neto (MT) e José Costa (PA).

Na Paraíba, o presidente estadual do PTB, Nilvan Ferreira, disse mesmo com a mudança nacional continua à frente da legenda. “Não há nenhum tipo de mudança em nenhum diretório estadual nem na direção nacional. Tentaram via justiça, mas também não conseguiram êxito. E os conspiracionistas que a gente chama se resume hoje a duas pessoas na direção nacional”, disse Nilvan Ferreira ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, como acompanhou o ClickPB.

Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *