11 de agosto de 2022

Ricardo Lewandowski é eleito para ser ministro efetivo do TSE

Ele ocupará a cadeira de Luís Roberto Barroso, que deixará o cargo este mês.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito nesta quinta-feira (17) para um novo mandato como membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ele ocupará a cadeira deixada por Luís Roberto Barroso, que no fim do mês encerra sua passagem de quatro anos pela Corte.

Em votação simbólica, Lewandowski foi eleito por 10 votos a 1 pelo plenário do Supremo. Como de praxe, a ministra Cármen Lúcia, que deverá ser eleita na próxima escolha, em agosto, recebeu o voto do próprio Lewandowski.

O TSE é composto por sete ministros titulares, dos quais três são provenientes do Supremo Tribunal Federal (STF). Outros três vêm do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e uma das vagas é reservada a um representante da advocacia indicado pelo STF e aprovado pela Presidência da República.

Ao assumir o cargo em mais uma de suas várias passagens pela Justiça Eleitoral, Lewandowski atuará junto com os colegas Edson Fachin e Alexandre de Moraes, respectivamente presidente e vice-presidente do TSE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *