5 de julho de 2022

Arthur Lira diz que fará campanha pela reeleição de Bolsonaro

A nove meses das eleições, o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), anunciou que fará campanha para o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, por uma questão de “coerência partidária”. Em evento do BTG Pactual nesta terça-feira, 22, o deputado destacou que seu partido, o Progressistas, está no comando da Casa Civil, com Ciro Nogueira, e, por isso, ele não fugirá de suas obrigações.

“A gente tem que, nesse momento, separar sempre o presidente da Câmara do deputado. Por exemplo, o presidente do meu partido é o ministro da Casa Civil; hoje ele está licenciado do partido. Eu sou o presidente da Câmara. Então, ele tem uma atribuição e eu tenho outra. Eu não interfiro nas decisões partidárias e ele não interfere nas decisões da presidência da Câmara”, disse Lira no CEO Conference 2022 do BTG Pactual. “Então, lógico que, por questão de coerência, eu não fujo. Se o meu partido é da base do governo, o deputado Arthur Lira, no Estado, por coerência, deverá fazer campanha para o presidente Bolsonaro”, completou.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-5064485747299648&output=html&h=312&slotname=8081054211&adk=1328724150&adf=1777525165&pi=t.ma~as.8081054211&w=375&lmt=1645632142&rafmt=1&psa=0&format=375×312&url=https%3A%2F%2Fwww.folhadapolitica.com%2F2022%2F02%2Farthur-lira-diz-que-fara-campanha-pela.html%3Fm%3D1%23google_vignette&flash=0&host=ca-host-pub-1556223355139109&fwr=1&fwrattr=true&rpe=1&resp_fmts=3&sfro=1&wgl=1&dt=1645632727611&bpp=3&bdt=1930&idt=525&shv=r20220217&mjsv=m202202090102&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D9be55dac65e9069a-225fa7042ed00015%3AT%3D1645632728%3ART%3D1645632728%3AS%3DALNI_MYSzgdOwM0qjwKBhf3VUNqA2HF5MQ&prev_fmts=0x0%2C375x312&nras=1&correlator=6934880741038&frm=20&pv=1&ga_vid=1436142728.1645632729&ga_sid=1645632729&ga_hid=844517239&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=1&u_h=667&u_w=375&u_ah=667&u_aw=375&u_cd=32&u_sd=2&adx=0&ady=1800&biw=375&bih=548&scr_x=0&scr_y=138&eid=42531398%2C44750774%2C31063221%2C31063911%2C44756894%2C44756897%2C44758227&oid=2&pvsid=1447539011338602&pem=457&tmod=1512370121&nvt=1&eae=0&fc=1920&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C375%2C0%2C375%2C667%2C375%2C624&vis=1&rsz=o%7C%7CpoeEbr%7C&abl=CS&pfx=0&fu=128&bc=31&ifi=3&uci=a!3&btvi=1&fsb=1&xpc=z30EikUBzC&p=https%3A//www.folhadapolitica.com&dtd=1531

Lira disse esperar que o governo de Bolsonaro “se realinhe” e que as “coisas entrem no eixo”. Antes de declarar apoio à reeleição do presidente, o presidente da Câmara prometeu uma agenda “intensa” de votações na Casa, mesmo em ano eleitoral, e defendeu reformas como a administrativa. “Vamos evitar que 2022 seja taxado de um ano de não-funcionamento. Vamos funcionar na plenitude”, insistiu.

Ao ser questionado se concorrerá a um segundo mandato na presidência da Câmara, Lira disse que tem a “possibilidade legal” de disputar novamente o cargo, mas ponderou que isso vai depender da composição do novo Congresso e das articulações políticas.

folhadapolitica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *