22 de outubro de 2021

Alcolumbre tem a intenção de segurar sabatina de André Mendonça até 2023

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, disse a aliados que pretende segurar a nomeação do ex-AGU, André Mendonça, ao STF até 2023. Essa informação é da CNN Brasil. 

Segunda a emissora, a estratégia do parlamentar, é que a indicação perca perca a validade e a cadeira no STF seja ocupada por indicado no próximo mandato presidencial.

O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, disse que a indicação é problema do Senado, e deve ser resolvido dentro do Legislativo. 

Pelo que podemos observar essa ação de Alcolumbre é inspirado no caso de Merrick Garland, indicado a uma cadeira na Suprema Corte americana, em 2016, pelo então presidente Barack Obama, em seu último ano na presidência dos Estados Unidos. À época, o Senado, controlado por republicanos, recusou-se a fazer a audiência de confirmação da indicação de Garland. Com isso ela tem a intenção de que o próximo vencedor das eleições presidenciais indique outro postulante à Corte. 

A aliados, Alcolumbre tem dito, em tom de ironia, que se Bolsonaro é tão fã dos EUA, que o presidente siga o exemplo daquele país.

Vista Pátria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *