19 de agosto de 2022

Câmara derruba veto de Bolsonaro e retoma fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

A Câmara dos Deputados derrubou na tarde de hoje (17/12), o veto do presidente Jair Bolsonaro ao Fundão Eleitoral de quase R$ 6 bilhões (R$ 5,7 bilhões).https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-9306856712405846&output=html&h=312&slotname=6948253121&adk=1863231010&adf=381066103&pi=t.ma~as.6948253121&w=375&lmt=1639775359&rafmt=1&armr=1&psa=1&format=375×312&url=https%3A%2F%2Fvistapatria.com.br%2Fcamara-derruba-veto-de-bolsonaro-e-retoma-fundo-eleitoral-de-r-57-bilhoes%2F&flash=0&host=ca-host-pub-2644536267352236&fwr=1&rs=1&rh=312&rw=375&rpe=1&resp_fmts=3&sfro=1&wgl=1&dt=1639775359872&bpp=5&bdt=924&idt=-M&shv=r20211207&mjsv=m202112060101&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D09d12eaa36dc9e94-22e714a8727b00e6%3AT%3D1639694953%3ART%3D1639694953%3AS%3DALNI_MbOLA8-0unZZdxQB9VnGovIbKNpxA&prev_fmts=0x0%2C375x312&nras=2&correlator=3815981500947&frm=20&pv=1&ga_vid=1542372963.1639694952&ga_sid=1639775359&ga_hid=1425995396&ga_fc=1&u_tz=-180&u_his=4&u_h=667&u_w=375&u_ah=667&u_aw=375&u_cd=32&u_sd=2&adx=0&ady=1357&biw=375&bih=553&scr_x=0&scr_y=31&eid=31063751%2C44750773%2C31063793%2C31063859&oid=2&pvsid=3639121627578206&pem=23&tmod=244&ref=https%3A%2F%2Fvistapatria.com.br%2F&eae=0&fc=1920&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C375%2C0%2C375%2C667%2C375%2C572&vis=1&rsz=%7C%7CeEbr%7C&abl=CS&pfx=0&fu=128&bc=31&ifi=3&uci=a!3&btvi=1&fsb=1&xpc=p1IhOy3uSb&p=https%3A//vistapatria.com.br&dtd=6

Foram 317 votos a favor da derrubada e 146 contra. No Senado, foram 53 votos pela derrubada e 21 pela manutenção do veto. O valor é mais de três vezes maior do que o destinado a esse fim em 2018, quando os partidos receberam R$ 1,7 bilhão. 

O montante para custear as eleições de 2022 foi aprovado em julho deste ano pelos parlamentares através de uma mudança na LDO. Segundo o texto, o fundão eleitoral será constituído por recursos de emendas de bancada estaduais mais 25% de todo o orçamento da Justiça Eleitoral dos anos de 2021 e 2022. Entretanto, o valor chegaria a R$ 5,7 bilhões.

Durante a sessão, parlamentares afirmaram que, apesar da derrubada do veto, ainda não está definido qual será o valor do fundo eleitoral para 2022.

Porque isso tudo cabe apenas ao relator-geral do Orçamento estabelecer o valor dessa verba, e a votação da peça orçamentaria ainda não aconteceu, isso está prevista para a próxima semana.

O PT, um dos principais adversários de Bolsonaro, se uniu aos partidos do centrão pela derrubada do veto.

Orientaram pela manutenção do veto o PSL, o Podemos, o PSOL e o Novo

Vista Pátria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *