7 de dezembro de 2021

CALVÁRIO NO STJ Ministro dá até dia 16 para Ricardo Coutinho, Gilberto, Arthur e demais réus apresentarem defesa para julgamento

Facebook
fb-share-icon
Twitter
Tweet

O ministro Francisco Falcão, relator da Operação Calvário junto ao Superior Tribunal de Justiça, estipulou o prazo até a próxima terça (dia 16), para que o ex-governador Ricardo Coutinho e demais réus na Ação Penal 982 apresentam sua defesa para que haja o julgamento do feito.

Além dessa decisão, Falcão também manda o Ministério Público Federal liberar “os documentos relacionados à colaboração premiada de Livânia Farias”, no que aparenta ser uma resposta a um pedido do ex-governador para retirar dos autos a delação da ex-secretária.

Além de Ricardo Coutinho, também são réus na ação o ex-procurador Gilberto Carneiro e o lobista Daniel Gomes da Silva, além do conselheiro Arthur Paredes Cunha Lima (TCE), o ex-deputado Artur Paredes Cunha Lima Filho e o advogado Diogo Maia da Silva Mariz.

Segundo Falcão, o processo trata da denúncia associada a “corrupção e consequente lavagem de capitais envolvendo o julgamento no Tribunal de Contas do Estado”, em julgamento das contas do contrato do governo do Estado com a Cruz Vermelha gaúcha, na gestão Ricardo Coutinho, que tinha com relator o conselheiro Arthur Cunha Lima.

O ministro, além de franquear aos réus acesso aos conteúdos em que são citados.

TRECHO DO DESPACHO DO MINISTRO…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *